Alimentação funcional: 6 temperos apimentados que ajudam a prevenir doenças

23/03/2018 21:30:33

Os temperos podem ser algo comum no nosso dia a dia, mas a verdade é que na época em que eram conhecidos como especiarias eram uma verdadeira mina de ouro. Vindos tanto da Índia quanto da China e outras regiões da Ásia, eles foram os grandes responsáveis por enriquecer reinos italianos, fazendo com que Portugal criasse uma rota alternativa para ter acesso a esse tesouro gastronômico e deixando o nome de Vasco da Gama marcado na história. Mas afinal, por que esses ingredientes foram motivo de tanta disputa?

Além de ajudar a conservar os alimentos, as especiarias permitiam que o sabor de pratos muito conhecidos fosse completamente alterados, ficando ainda mais saborosos. Acredite se quiser, mas muitos homens arriscaram suas vidas para tentar fazer fortuna vendendo temperos que hoje são facilmente encontrados no mercado. Além de darem aquele toque a mais na comida eles são compostos por nutrientes muito importantes para o nosso organismo e ainda ajudam a prevenir diversos males e doenças. Por isso, não é estranho pensar que muitos desses alimentos são conhecidos por fazerem parte da dieta funcional.

Isso também vale para os que são apimentados, embora muita gente acredite que eles fazem mais mal do que bem porque alguns sentem incômodos intestinais após o seu consumo. Neste caso é simplesmente uma questão de hábito e de saber dosá-lo até que o corpo esteja acostumado com a quantidade de condimento. E já que eles estão à nossa disposição, por que não passar a utilizá-los na cozinha?

Páprica é rica em diversas vitaminas

Usado desde o século XV como tempero, ela é feita a partir de pimenta ou pimentão seco moído e pode ser encontrada tanto na sua forma picante como na mais amena, conhecida como páprica doce. Seus benefícios para a saúde são muitos, já que ela é rica em vitaminas A, B6, C, E e K, além de possuir muitas proteínas e ser fonte de potássio, ferro e fibras. Rica em antioxidantes, ele ajuda no tratamento de doenças autoimunes e da diabetes, além de prevenir o câncer. A páprica também regula o intestino, é benéfica para o sistema cardiovascular e evita o envelhecimento precoce.

Pimenta auxilia no controle do colesterol

Provavelmente condimento o mais conhecido desta lista, já que "pimenta" é um nome comum dado a diversas plantas que pertencem a um mesmo gênero. A maior semelhança entre elas é que são todas picantes, seja em maior ou menos grau. E embora se tratem de espécies distintas, de uma forma geral elas possuem antioxidantes, auxiliando o sistema imunológico e evitando o surgimento de câncer, problemas no coração, envelhecimento precoce e a diabetes. Elas também ajudam a controlar o colesterol, diminuem os sintomas da depressão e ainda aceleram o metabolismo, ajudando a emagrecer. Por fim, as pimentas são fonte de vitaminas A, C e algumas do complexo B, além de ricas em cálcio e potássio.

Açafrão ajuda a combater o mal de Alzheimer

Você sabia que o açafrão é um "primo" do gengibre? Pois é, eles pertencem a uma mesma família, e por isso compartilham muitos benefícios. Assim como o gengibre é indicado pela Organização Mundial da Saúde para o combate de doenças, o açafrão também possui propriedades medicinais, ajudando a prevenir problemas que vão de cardiovasculares a câncer. Além disso, ele também auxilia na formação de neurônios e de sinapses no nosso cérebro, o que evita a degeneração desse órgão e evita problemas como o mal de Alzheimer. Lembrando que além de se usado para temperar carnes ele também é utilizado para fazer chás, sendo muitas vezes misturado também com o leite.

Sal negro é uma alternativa a quem sofre com problemas de pressão

Embora muita gente se esqueça disso, o sal também é um condimento. E mesmo sendo essencial na nossa vida, seu excesso pode acarretar em diversos problemas para a saúde. A solução pode estar no sal negro, ou Kala Namak, proveniente de regiões vulcânicas da Índia e do Paquistão. Além de ser uma alternativa ao que é usado no Brasil, que é proveniente do mar, ele tem a vantagem de ser muito indicado a pessoas que sofrem com problemas de pressão, já que, ao contrário do que o nome pode indicar, não possui grande teor de sal. Ele também trata problemas como os de visão, artrite, que são as inflamações nas articulações, e a paralisia muscular. Por fim, ajuda a regular o intestino, sendo excelente para quem sofre com constipação.

Sementes de mostarda ajudam a perder peso

Outro tempero picante com origem indiana usado também para fins medicinais. As sementes ou grãos de mostarda podem ser provenientes de diferentes espécies e aparecem em cores distintas, mas ainda assim compartilham benefícios em comum. Entre eles estão alguns que são muito parecidos com os de outros temperos, como ajudar a regular o intestino e ter propriedades anti-inflamatórias. Mas além disso é importante destacar essas sementes são ricas em minerais, como magnésio, cálcio, zinco, fósforo e ferro e em ômega 3. Esse tempero também ajuda no processo de emagrecimento para quem quer perder peso e é um bom anti-inflamatório.

Curry soma os benefícios de diversos temperos

Esse aqui realmente faz jus à ideia de especiarias, já que é um mix de diversos temperos. Nele podemos encontrar, por exemplo, gengibre, canela e pimenta-do-reino. Pois é, isso significa que os seus benefícios também são uma soma dos que estão presentes nessas e em outras iguarias. Embora em geral seja usado em carnes, nada impede que ele também seja adotado por vegetarianos e veganos. Assim como outros temperos, ele é um poderoso antioxidante, e evita as chances de desenvolver câncer ou mal de Alzheimer e de Parkinson, aumenta a imunidade e previne o envelhecimento precoce. Também ajuda a regular o intestino e é um ótimo aliado para quem quer perder peso.

 

Avatar de KéciaPor: Kécia dia: 23/03/2018 21:30:33em: Alimentos SaudáveisAlimentação funcional,temperos apimentados,ajudam a prevenir doenças - 2321 Visitas