Dicas para melhorar o desempenho do computador no Windows 10

13/12/2017 17:14:50

Um computador lento desapontou você? Em caso afirmativo, tente algumas das sugestões abaixo para fazer seu computador Windows 10 funcionar melhor. As dicas estão listadas em ordem, então, comece pela primeira, veja se isso resolve o problema e prossiga para a próxima caso não resolva.


1. Certifique-se de que você tenha as atualizações mais recentes do Windows e dos drivers de dispositivo

Um as melhores maneiras de obter o máximo de seu computador é garantir que você tenha a versão mais recente do Windows 10 instalada. Quando você verifica se há atualizações, seu computador também procura os drivers de dispositivo mais recentes, o que também pode ajudar a melhorar o desempenho do computador.

Para verificar se há atualizações

  1. Selecione o botão Iniciar  e depois selecione Configurações  > Atualização e segurança > Windows Update  > Verificar se há atualizações .
  2. Procure em Status da atualização e siga um destes procedimentos:
    • Se o status for Seu dispositivo está atualizado, vá para a próxima dica abaixo.
    • Se o status for Há atualizações disponíveis, selecione Instalar agora, e vá para a próxima etapa deste procedimento.
  3. Selecione as atualizações que você deseja instalar e clique em Instalar.
  4. Reinicie o computador, faça o que estava fazendo antes e veja se seu computador está funcionando melhor.

Para saber mais sobre atualizações, inclusive como elas podem ser instaladas automaticamente para você, consulte as perguntas frequentes sobre o Windows Update.

Se seu computador ainda estiver lento, vá para a próxima dica.

 

2. Reinicie o computador e abra somente os aplicativos de que você precisa

Abrir muitos aplicativos, programas, navegadores da web etc. pode deixar seu computador mais lento. Se isso estiver acontecendo com você, reinicie o computador, feche os aplicativos, programas e janelas que não estiverem em uso.

Para reiniciar o computador

  1. Selecione o botão Iniciar  > Ligar/Desligar  > Reiniciar.
  2. Depois que o computador for reiniciado, abra apenas os aplicativos de que você precisa e feche-os quando terminar.

Às vezes, os aplicativos que foram criados para uma versão anterior do Windows ainda funcionarão no Windows 10, mas poderão deixar seu computador mais lento. Se você perceber que isso acontece depois de abrir determinado programa, confira no site do fabricante do software se há uma versão atualizada ou execute a Solução de problemas de compatibilidade de programas.

Para executar a Solução de problemas de compatibilidade de programas

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite solução de problemas, e selecione Solução de Problemas, que tem Painel de Controle listado logo abaixo.
  2. Em Solução de problemas, selecioneSolução de problemas de compatibilidade de programasExecute a solução de problemas.
  3. Selecione o programa com o qual você está tendo problemas. Selecione Avançar e continue com a solução de problemas.

O computador ainda está lento? Continue.

 
3. Verificar a memória e o uso da memória

Quando se trata de memória, uma das primeiras coisas a fazer é descobrir a quantidade de memória (RAM) que você tem e quanto dela está em uso. Você pode descobrir isso e muito mais no Gerenciador de Tarefas.

Para verificar a memória e o uso da memória

  1. Pressione Ctrl + Alt + Delete e selecione Gerenciador de Tarefas.
  2. No Gerenciador de Tarefas, selecione Mais detalhes > a guia Desempenho > Memória.

    Em primeiro lugar, veja quanto você tem no total e, em seguida, verifique o gráfico e veja quanta memória RAM está sendo usada.

Gerenciador de Tarefas

  1. Quantidade total de memória (RAM)
  2. Memória em uso

Se você achar que muito da RAM está regularmente em uso, convém adicionar mais RAM, se possível, especialmente se o computador tiver somente 1 ou 2 GB de RAM. Para saber mais sobre o tipo de RAM que seu modelo de computador usa, primeiro examine as informações de memória no Gerenciador de Tarefas e, em seguida, visite o site do fabricante do computador para obter informações mais específicas.

Gerenciador de Tarefas

  1. Tipo de memória (RAM) que o computador usa
  2. Velocidade da RAM
  3. Slots de memória usados

Aqui estão algumas informações sobre os requisitos mínimos de memória para o Windows 10:

  • O Windows 10 (32 bits) pode funcionar em um computador com 1 GB de RAM, mas funciona melhor com 2 GB. Para melhorar o desempenho, adicione memória para ter 3 GB ou mais.
  • O Windows 10 (64 bits) pode funcionar em um computador com 2 GB de RAM, mas funciona melhor com 4 GB. Para melhorar o desempenho, adicione memória para ter 6 GB ou mais.

Para saber mais sobre os requisitos do sistema para o Windows 10, consulte o especificações do Windows 10 página.

Usar o ReadyBoost para ajudar a melhorar o desempenho

Como nas versões anteriores do Windows, o Windows 10 tem ReadyBoost. O ReadyBoost permite usar uma unidade removível, como um pen drive, para melhorar o desempenho de seu computador sem abri-lo e adicionar mais memória (RAM). Para usar o ReadyBoost, você precisará de um pen drive ou um cartão de memória que tenha pelo menos 500 MB livres e uma taxa de transferência de dados alta. Para saber mais sobre o ReadyBoost, consulte ReadyBoost no Windows 10.

Para usar o ReadyBoost

  1. Insira o pen drive em uma porta USB do computador.
  2. Na barra de tarefas, selecione Explorador de Arquivos.
  3. Pressione e segure (ou clique com o botão direito do mouse) o pen drive (ou cartão SD caso tenha usado um) e selecione Propriedades.
  4. Selecione a guia ReadyBoost e selecione Usar este dispositivo.
    O Windows determina se o dispositivo pode usar o ReadyBoost. Se não for possível, uma mensagem aparecerá para informar você.
  5. Depois que o Windows determinar quanto espaço livre será necessário usar para otimizar a memória, selecione Ok para reservar esse espaço para ser usado pelo ReadyBoost.

    Quando você examinar o conteúdo da unidade flash USB no Explorador de Arquivos, verá um arquivo chamado ReadyBoost.sfcache na unidade flash. Esse arquivo mostra a quantidade de espaço reservada para o ReadyBoost.

Se o Windows estiver instalado em uma unidade de estado sólido (SSD), o ReadyBoost não poderá ser usado porque a unidade SSD já é rápida e você não obterá um desempenho melhor usando o ReadyBoost.

Alterar o tamanho do arquivo de paginação para melhorar o desempenho

O arquivo de paginação é uma área no disco rígido que o Windows usa como memória. Aumentar o tamanho do arquivo de paginação pode ajudar a melhorar o desempenho do computador.

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite sistema avançado e, em seguida, selecione Exibir configurações avançadas do sistema, que tem painel de controle listado abaixo dele.
  2. Em Propriedades do Sistema, na guia Avançado, selecione Configurações na área Desempenho.
  3. Em Opções de Desempenho, selecione a guia Avançado > Alterar na área de Memória virtual.
  4. Desmarque a caixa de seleção Gerenciar automaticamente o tamanho do arquivo de paginação de todas as unidades.
  5. Selecione Tamanho personalizado, insira um tamanho inicial (em MB) e o tamanho máximo nas caixas correspondentes.
  6. Selecione Configurar > OK.
  7. Reinicie o computador selecionando o botão Iniciar  > Ligar/Desligar  > Reiniciar.

Use o computador e veja se ele está funcionando melhor. Se não estiver, tente a próxima dica.


4. Restaure o computador a partir de um ponto de restauração do sistema

Restaurar o computador é uma forma de desfazer alterações recentes em seu computador que possam estar causando problemas. Se você acha que um aplicativo, driver ou uma atualização do Windows que instalou recentemente pode estar causando problemas, tente restaurar o computador para um período anterior para retomar o funcionamento normal. Isso é chamado de ponto de restauração.

  • A restauração a partir de um ponto de restauração não afeta seus arquivos pessoais, mas remove os aplicativos, os drivers e as atualizações instalados após a criação do ponto de restauração.
  • A restauração do sistema funciona para alterações recentes que foram feitas em seu computador mais recentemente – as alterações dos últimos 7 a 14 dias.

Para restaurar o computador a partir de um ponto de restauração

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite ponto de restauração e selecione Criar um ponto de restauração na lista de resultados.
  2. Na caixa Propriedades do Sistema, na guia Proteção do Sistema, selecione Restauração do Sistema.
  3. Selecione Avançar, escolha o ponto de restauração relacionado ao aplicativo, driver ou atualização que pode estar causando o problema. Em seguida, selecione Avançar > Concluir.
  4. Reinicie o computador. Faça o que estava fazendo antes para ver se houve melhoria no desempenho.

Caso você não veja pontos de restauração, pode ser que a proteção do sistema não esteja ativada.

Para ativar a proteção do sistema

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite ponto de restauração e selecione Criar um ponto de restauração na lista de resultados.
  2. Na caixa Propriedades do Sistema, na guia Proteção do Sistema, selecione Configurar.
  3. Na área Restaurar Configurações, selecione Ativar a proteção do sistema > OK.

Se o computador ainda estiver lento, tente a próxima dica.


5. Desabilitar programas de inicialização desnecessários

Quando você liga o computador, alguns programas são iniciados automaticamente e executados em segundo plano. Você pode desabilitar esses programas, para que eles não sejam executados quando o computador for iniciado.

Muitos programas são projetados para iniciar automaticamente quando o Windows é iniciado. Muitas vezes, os fabricantes de software configuram seus programas para abrir em segundo plano, para que você não os veja em execução; mas, eles serão abertos imediatamente quando você clicar em seus ícones. Isso é útil para os programas que você usa muito, mas não para programas não usados com frequência, pois isso diminui o tempo que leva para o Windows ser iniciado.

Localizar os programas que são iniciados automaticamente

Às vezes, você pode descobrir quais programas são iniciados automaticamente, observando os ícones de programas na área de notificação que fica no canto direito da barra de tarefas. Verifique nessa barra primeiro se há programas em execução que você não quer iniciar automaticamente. Para encontrar o nome do programa, aponte para o ícone com o ponteiro do mouse. Selecione Mostrar ícones ocultos  para não se esquecer de nenhum programa.

Mostrar ícones ocultos

Área de notificação com ponteiro do mouse para mostrar ícones ocultos

Mesmo depois de conferir a área de notificação, talvez você ainda não saiba de alguns programas que são executados automaticamente no momento da inicialização. Confira aqui como você pode localizar todos os programas que são iniciados automaticamente e impedir que programas desnecessários iniciem automaticamente quando o Windows for iniciado.

Para impedir que um programa seja iniciado automaticamente

  1. Pressione Ctrl + Alt + Delete e selecione Gerenciador de Tarefas.
  2. No Gerenciador de Tarefas, selecione Mais detalhes no canto inferior esquerdo e selecione a guia Inicialização.
  3. Para impedir que um programa seja iniciado automaticamente, selecione o programa e selecione Desabilitar.
    Se você tiver dúvidas sobre um aplicativo específico ou um programa, consulte a página de suporte do programa para obter mais informações.
  4. Reinicie o computador. Faça o que estava fazendo antes para ver se os mesmos problemas de desempenho persistem.

Se você desabilitar um programa e ele continuar a ser iniciado automaticamente na inicialização do Windows, verifique se há vírus e malware no computador, o que é explicado na próxima seção.


6. Verificar e remover vírus e malware

Um vírus, malware ou outro software mal-intencionado pode deixar o computador lento. Outros sintomas incluem mensagens pop-up inesperadas, programas que são iniciados inesperada e automaticamente ou o som do disco rígido em constantemente funcionamento.

A melhor maneira de lidar com vírus e software mal-intencionado é tentar evitá-los executando o software antivírus e antimalware e mantê-lo atualizado. Mesmo que você tome precauções, seu computador ainda pode estar infectado.

Você pode verificar se o seu computador contém vírus ou outros softwares mal-intencionados usando o Windows Defender, que está incluído no Windows 10. Para obter mais informações, consulte Proteger seu computador.

Observações
  • Se você estiver usando outro software antivírus ou antimalware, verifique a documentação desse programa para saber como fazer a verificação de vírus. Além disso, não pode haver vários programas antivírus em execução ao mesmo tempo. Se houver, escolha aquele que você deseja executar e desative ou desinstale os demais.
  • Se você tiver outro programa antivírus instalado e ativado, o Windows Defender será desativado por padrão.

Para verificar se há vírus usando o Windows Defender (Windows 10 versão 1703)

  1. Selecione o botão Iniciar  > Configurações  > Atualização e segurança  > Windows Defender  > Abrir o Windows Defender.
  2. Selecione a guia Atualizar > Atualizar Definições para verificar se você tem o arquivo de definição mais recente.
  3. Selecione a guia Início > Verificar Agora, aguarde até que o Windows Defender conclua a verificação de vírus e malware.
  4. Siga um destes procedimentos, dependendo dos resultados da verificação:
    • Se o Windows Defender encontrar um vírus ou malware que não possa ser removido ou colocado em quarentena, entre em contato com o Suporte da Microsoft para obter ajuda.
    • Se nenhum vírus for encontrado, reinicie o computador e tente reproduzir o problema de desempenho que você estava tendo com o PC.
Observação

Se o Windows Defender não abrir, não atualizar o arquivo de definição ou não concluir a verificação de vírus, tente executá-lo no modo Offline, que é explicado abaixo em Para verificar se há malware e vírus com o Windows Defender Offline (Windows 10 versão 1703).

Para verificar se há vírus usando o Windows Defender (Windows 10 versão 1709)

  1. Selecione o botão Iniciar  > Configurações  > Atualização e segurança  > Windows Defender  > Abrir a Central de Segurança do Windows Defender.
  2. Selecione Proteção contra vírus e ameaças e, em seguida, selecione Atualizações de proteçãoVerificar se há atualizações para garantir que você tenha o arquivo de definição mais recente.
  3. Selecione a guia Proteção contra vírus e ameaças, selecione Verificação rápida e espere a Central de Segurança do Windows Defender concluir a verificação de vírus e malware.
  4. Siga um destes procedimentos, dependendo dos resultados da verificação:
    • Execute a verificação avançada recomendada. Essa verificação leva mais tempo, mas procura por ameaças em seu computador de forma mais minuciosa.
    • Se a Central de Segurança do Windows Defender encontrar um vírus ou malware que não possa ser removido ou colocado em quarentena, entre em contato com o Suporte da Microsoft para obter ajuda.
    • Se nenhum vírus for encontrado, reinicie o computador e tente reproduzir o problema de desempenho que você estava tendo com o computador.
Observação

Se a Central de Segurança do Windows Defender não abrir, não atualizar o arquivo de definição ou não concluir a verificação de vírus, tente executar o Windows Defender no modo Offline, que é explicado abaixo em Para verificar se há malware e vírus com o Windows Defender Offline (Windows 10 versão 1709).

Para ver qual versão do Windows 10 está em execução no dispositivo, selecione o botão Iniciar  e, em seguida, selecione Configurações  > Sistema > Sobre. Para saber mais sobre como obter a Windows 10 Fall Creators Update (versão 1709), consulte Obter a Windows 10 Fall Creators Update.

 

Para verificar se há malware e vírus com o Windows Defender Offline (Windows 10 versão 1703)

  1. Salve documentos ou qualquer outra coisa que esteja aberta no computador.
  2. Selecione o botão Iniciar > Configurações   > Atualização e segurança  > Windows Defender > Verificar Offline.

    Seu computador será reiniciado, e o Windows Defender Offline será executado e verificará se há vírus e malware. A verificação pode demorar mais ou menos 15 minutos, e o computador será reiniciado novamente depois disso.
  3. Tente reproduzir o problema de desempenho.

Para verificar se há malware e vírus com o Windows Defender Offline (Windows 10 versão 1709)

  1. Salve documentos ou qualquer outro item que esteja aberto no computador.
  2. Selecione o botão Iniciar  > Configurações  > Atualização e segurança  > Windows Defender > Abrir a Central de Segurança do Windows Defender.
  3. Selecione Proteção contra vírus e ameaças e, em seguida, selecione Verificação avançada > Verificação do Windows Defender Offline > Verificar agora.

    Seu computador será reiniciado, e o Windows Defender Offline será executado e verificará se há vírus e malware. A verificação pode demorar mais ou menos 15 minutos, e seu computador será reiniciado novamente depois disso.
  4. Tente reproduzir o problema de desempenho.

Se o computador ainda estiver lento, vá para a próxima dica.


7. Verificar se há arquivos corrompidos do sistema Windows

A ferramenta DISM (Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação) é um utilitário do Windows que procura arquivos corrompidos do sistema Windows. Se encontrar um problema, ela tentará substituir os arquivos de sistema problemáticos de uma versão em cache que está instalada no computador. Se a DISM não puder substituir os arquivos, a ferramenta SFC (Verificador de Arquivos do Sistema) poderá verificar os arquivos corrompidos, depois baixar e substituir os arquivos por meio do Windows Update.

Para usar a ferramenta DISM (Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação)

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite prompt de comando, pressione e segure (ou clique com o botão direito do mouse) em Prompt de Comando e selecione Executar como administrador > Sim.
  2. No prompt de comando, digite dism.exe /Online /Cleanup-image /Restorehealth (observe o espaço entre "dism.exe" e "/" e cada barra (/)).
  3. Se o DISM encontrar arquivos corrompidos e substituí-los, reinicie o computador e veja se isso melhora o desempenho.
Observação

Você precisa estar conectado à Internet para usar a ferramenta DISM, e o processo pode demorar vários minutos para terminar.

Para obter mais informações sobre a DISM, consulte Corrigir erros do Windows Update usando a ferramenta DISM ou a preparação para atualização do sistema.

Para executar o SFC (Verificador de Arquivos do Sistema)

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite prompt de comando, pressione e segure (ou clique com o botão direito do mouse em) Prompt de Comando e selecione Executar como administrador > Sim.
  2. No prompt de comando, digite sfc /scannow (observe o espaço entre "sfc" e "/").
    A verificação levará alguns minutos.
  3. Siga um destes procedimentos, dependendo dos resultados da verificação:
    • Se o SFC encontrar arquivos corrompidos e substituí-los, reinicie o computador e veja se isso melhora o desempenho do computador.
    • Se o SFC não localizar arquivos corrompidos ou encontrar arquivos corrompidos, mas não puder substituí-los, tente usar a ferramenta DISM (Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação).

Para saber mais sobre o Verificador de Arquivos do Sistema, consulte Usar a ferramenta Verificador de Arquivos do Sistema para reparar arquivos de sistema ausentes ou corrompidos.

Se o computador ainda estiver lento, vá para a próxima dica.


8. Ajustar a aparência e o desempenho do Windows

O Windows 10 inclui vários efeitos visuais, como animações e efeitos de sombra. Eles tem um visual ótimo, mas também podem usar recursos adicionais do sistema e podem deixar seu computador mais lento — isso é especialmente válido se você tiver um computador com pouca memória (RAM).

Para ajustar efeitos visuais no Windows

  1. Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite desempenho e selecione Ajustar a aparência e o desempenho do Windows.
  2. Na caixa de diálogo Opções de Desempenho, na guia Efeitos Visuais, selecione Ajustar para obter melhor desempenho > Aplicar.
  3. Reinicie o computador e veja se ele fica mais rápido.

Se o computador ainda estiver lento, vá para a próxima dica.

As configurações do PC permitem escolher onde os arquivos serão salvos por padrão. Você pode salvar arquivos no computador ou no OneDrive por padrão e sincronizá-los entre os dois locais. Isso permite que você acesse seus arquivos de qualquer dispositivo conectado à Internet e ajuda a garantir que seus arquivos tenham backup caso o computador seja danificado ou perdido. No entanto, os arquivos devem ser sincronizados entre o computador e o OneDrive, e a sincronização pode deixar o computador lento.

Para parar de sincronizar com o OneDrive

  1. Na barra de tarefas, selecione Explorador de Arquivos.
  2. Pressione e segure (ou clique com o botão direito do mouse) OneDrive – Pessoal e selecione Selecionar as pastas do OneDrive para sincronizar.
  3. Desmarque a caixa de seleção Sincronizar todos os arquivos e pastas no OneDrive e selecione OK.
  4. Reinicie o computador e verifique se o funcionamento melhorou.

Se isso corrigir o problema de desempenho do computador, confira o tópico Corrigir problemas de sincronização do OneDrive para aprender a corrigir os problemas de sincronização para que você possa ativar a sincronização novamente e manter seus arquivos sincronizados.

Se o computador ainda estiver lento, reative a sincronização para o OneDrive marcando novamente a caixa de seleção Sincronizar todos os arquivos e pastas no OneDrive e vá para a próxima dica.

Observação

Se você tiver a Window 10 Fall Creators Update, é possível usar o OneDrive Files On-Demand para escolher quais arquivos deseja sincronizar e sempre manter no computador. Reduzir o número de arquivos sincronizados com o computador pode ajudar a melhorar o seu desempenho.

Para saber mais sobre como obter a Fall Creators Update, consulte Obter a Windows 10 Fall Creators Update.

Para obter mais informações sobre o OneDrive Files On-Demand, consulte Conhecer o OneDrive Files On-Demand.


10. Restaurar o computador

Quando você restaura o computador, pode escolher se deseja manter seus arquivos pessoais ou removê-los e, em seguida, reinstalar o Windows. Restaurar o computador deve ser uma das últimas coisas que você deve tentar.

Siga um destes procedimentos:

  • Se você quiser manter seus arquivos, siga as etapas em Para fazer backup de seus dados.
  • Se você quiser remover seus arquivos e não fazer o backup deles, siga as etapas em Para restaurar o computador.

Para fazer backup de seus dados

  1. Selecione o botão Iniciar  > Configurações  > Atualização e segurança  > Backup  > Adicionar uma unidade e escolha um local de rede ou uma unidade externa para fazer backup de seus arquivos.
  2. Na tela Backup e selecione Mais opções > Fazer backup agora.
    Isso faz backup de todos os arquivos em suas pastas de usuários — incluindo a Área de trabalho, Documentos, Downloads, Favoritos, Músicas, fotos e muito mais.
Observação

Pode levar vários minutos para o backup terminar. Sua unidade externa ou local de rede precisa ter espaço livre suficiente para salvar o backup de todos os arquivos desejados.

Para restaurar o computador

  1. Vá para Configurações  > Atualização e segurança  > Recuperação .
  2. Em Restaurar o PC, selecione Começar.
    Para obter mais informações sobre como restaurar seu computador, consulte Opções de recuperação do Windows 10.

Para restaurar seus dados

Depois de restaurar o PC, veja aqui está como restaurar os dados do backup. Quando você fizer isso, todos os arquivos pessoais do backup serão colocados novamente no computador.

  1. Selecione o botão Iniciar  > Configurações  > Atualização e segurança  > Backup  > Adicionar uma unidade e escolha um local de rede ou uma unidade externa para seus backups.
  2. Na tela Backup, selecione Mais opções > Restaurar arquivos de um backup atual.
  3. Quando o disco rígido externo ou local de rede do qual você tiver feito backup estiver disponível, selecione o círculo verde na parte inferior para começar a restaurar seus arquivos e pastas.
    Pode levar vários minutos para o Windows restaurar seus arquivos.

Avatar de KéciaPor: Kécia dia: 13/12/2017 17:14:50em: Windowsmelhorar o desempenho Windows 10,melhorar o desempenho do computador no Windows 10,Windows 10 - 2931 Visitas